3 motivos para aprender a programar

3 motivos para aprender a programar

Artigos, Dicas e Tutoriais / 13.04.2017 / Por Matheus Telmo

Quando você é designer, você simplesmente vive o design. Percebe ele em todos os lugares, afinal, ele está sempre lá. Você vê ele nos pequenos detalhes, nas diagramações, embalagens, no uso de cores, proporções, etc. Isso tudo, estas percepções, também se aplicam a área de UX (user experience) e UI (user interface). E é aí que entra uma nova oportunidade para aqueles criativos de plantão que adoram inventar coisas novas e resolver problemas: aprender a programar!

Não somos contra nem a favor a obrigatoriedade da programação para designers, mas trouxemos 3 bons motivos para ajudar quem pensa sobre estudar esta área.

1. Provavelmente você terá mais oportunidades

O interesse das empresas brasileiras e gringas por web designers com alguma experiência em desenvolvimento front end aumentou consideravelmente nos últimos anos. De acordo com levantamento feito pela trampos.co, desenvolvedor front end foi o profissional mais procurado pelas empresas em 2016. E o melhor (pra você, não para as empresas): faltam profissionais capacitados para atuar na área.

Segundo as oportunidades divulgadas no site, a faixa salarial de um desenvolvedor front end varia entre R$ 2.000 e R$ 4.500. Para estagiários, a bolsa é de aproximadamente R$ 1.500. Os salários para profissionais sênior podem chegar a mais de R$ 10.000.

2. Você vai aumentar a sua compreensão de usabilidade

Quando um designer aprende a programar, ele percebe que a boa interface pode se tornar ótima. Poder estar em contato direto com o que tem por trás de um aplicativo web é entender todos as aplicações e interações que funcionam a cada interação usuário de uma maneira diferente do que você estava acostumado, é entender que você pode gerar uma experiência mais interessante para o usuário final, não apenas através do design, mas através de pequenas micro-interações, por exemplo.

É preciso entender que cada elemento do seu layout é um componente que pode, ou vai, ser reutilizado dentro do desenvolvimento para web. Com o conhecimento de HTML, CSS e Javascript você irá entender como as informações do site são armazenadas, como o servidor gerencia o cache das páginas, como o request do seu browser traz o seu site para o usuário ou como o google ranqueia e indexa o seu site, o famoso SEO.



3. Você estará mais próximo do desenvolvimento total para web

A diferença entre um desenvolvedor e um web designer fica bastante perceptível quando é o designer que vem para a área de desenvolvimento, e não o contrário. Essa possibilidade é enriquecedora para o mercado em termos de qualidade de interface.

E para o profissional, é ainda mais proveitoso. Ao aprender algumas linguagens de programação e estar em contato direto com desenvolvedores back end, você está a um passo de desenvolver de forma completa para a web, basta reservar mais algumas horas de prática de programação.

Diferença entre Web designer x Web developer x Full-stack

O web designer é responsável pelo visual da aplicação para web, ou seja, dominar conceitos e tendências do design para web, entendimento de padrões de cores, usabilidade (UX e UI), assim como as ferramentas de edição, Photoshop, Sketch, Adobe XD. Em alguns projetos, saber editar vídeos e criar animações é um diferencial bacana também.

Já o web developer será ou desenvolver front end ou back end. O responsável pela parte frontal, ou seja, o que interage diretamente com o usuário na aplicação, é o desenvolvedor front end.

• Elementos como títulos, textos, fontes, imagens, vídeos e entre outros são adicionados com o HTML;
• Cores, estilos, efeitos e pequenas animações são adicionadas por regras de CSS;
• O comportamento da página, sliders, popups, validações e entre outras regras comportamentais são adicionadas via JavaScript.

Ser um desenvolvedor full-stack é ter conhecimento razoável em tecnologias back-end e front-end, de modo que se sinta confortável com ambas metodologias.

O que você precisa saber para ser um designer que sabe programar front-end

Resumidamente: é preciso entender a lógica de programação e adquirir um bom conhecimento de linguagens como HTML e CSS, além de uma base sólida de Javascript.

Esperamos que este post tenha te ajudado! :)

Ajude o DMV a continuar crescendo, com apenas R$ 5,00 por mês. Seja um DMV de carteirinha! Clique aqui.

tenha seus favoritos em qualquer dispositivo, entenda
Matheus Telmo

Fundador do Designer Mão de Vaca. Acredito que o Design faz parte do cotidiano, que ele está em todos os lugares. Entendo também que nem todos possuem as mesmas oportunidades de aprender Design e descobrir novos recursos. E é por isto que o DMV existe: design de qualidade para todos!

Assine o Mão de Vaca News e receba nosso conteúdo em primeira mão, de vaca.

Parceiros